Sem medo de assustar novos empreendedores, o consultor Brian Hamilton ensina como começar um negócio com o “pé no chão”


(Foto: shutterstock)

Empreender não é para todos, afirma Brian Hamilton, presidente e cofundador da Sageworks, empresa americana de consultoria financeira. Quem vai construir uma empresa precisa ter em mente que passará por percalços, como tomar decisões sozinho, lidar o tempo todo com pessoas, encontrar situações embaraçosas e, em muitos casos, “viver duro” por um tempo.

Nem todo mundo aguenta isso e prefere trabalhar como empregado. Mas se o seu sonho é empreender e sonhar com uma empresa como a Microsoft ou o Google, Hamilton lista, abaixo, o que te espera. Acredite: as dicas dele não são para te desencorajar, mas deixá-lo pronto para o desafio do mundo dos negócios.

Prepare-se para estar sozinho. Durante toda a vida nos acostumamos a andar acompanhados. Na escola ou no trabalho, o que não faltam são colegas para compartilhar tarefas cotidianas. Agora, quando o assunto é empreender, pode acreditar que você vai estar sozinho. Com sorte, alguns encontram um sócio que é um verdadeiro parceiro, mas essa não é a regra. Sentir certo senso de isolamento é algo considerado normal no empreendedorismo. Então, não se preocupe, se não tiver amigos.

Considere que você terá um emprego, e não uma fonte de riquezas. Donos de restaurantes, por exemplo, trabalham muito para manter seu negócio funcionando. E quanto mais clientes, mais dedicação e trabalho para continuar com as portas abertas. Assim, ter uma empresa pode significar o mesmo que ter um emprego, em que você vai trabalhar mais do que o habitual.

Saiba que o negócio precisa de tempo para crescer. O Facebook levou cinco anos para dar lucro, o que dá uma ideia de como a paciência é uma das virtudes do empreendedor de sucesso. Ter em mente que o seu negócio pode demorar anos para gerar altas somas de dinheiro para o bolso é um bom começo para não se desesperar com as finanças da empresa e seguir adiante.

Aprenda como liderar pessoas. Ao abrir um negócio, você está coordenando não só seus funcionários, mas também clientes e prováveis fornecedores. Ou seja, vai passar por um monte de situações positivas e negativas. Esteja preparado para isso – leia sobre gestão, converse com outros empreendedores, ouça seus funcionários. Ser chefe exige experiência e tempo para se adaptar a novas situações.

 

Fonte: PEGN